.:GESE:.: Presidiarios agora plantam hortaliças e criam animais...

Adicionado 13/07/2012

terça-feira, 5 de março de 2013

Presidiarios agora plantam hortaliças e criam animais...

Reeducandos cultivam hortaliças, criam animais e peixes em unidade penal
Horta na metrópole: alfaces ao lado do trânsito

Em meio à poluição e ao trânsito agitado da Marginal do Rio Tiête, o Centro de Detenção Provisória Chácara Belém I, conseguiu transformar o cenário da unidade em uma bela chácara, como lembra o próprio nome do bairro.
A 'chácara' começou a ser construída em 2004 de forma modesta, com a criação de alguns animais. Hoje há porcos, galinhas, patos, cabras, carneiros e até o cultivo de verduras, frutas e legumes. Há também um lago que serve para a criação de peixes, como carpas e tilápias. Sua água também é utilizada para regar a horta.
“Tivemos a idéia de montar a horta para proporcionar aos reeducandos uma atividade laborterápica e para que não houvesse ociosidade entre eles”, explica o diretor da unidade, Idair Alves de Souza. “Quando viemos em 2004 a evasão era grande, eles fugiam porque não tinham o que fazer, a área era cheia de mato, não tinha nenhuma construção”, relembra.
Apenas os reeducandos da Ala de Progressão Penitenciária (APP) – que cumprem pena em regime semi-aberto – trabalham na chácara. O processo é todo atersanal, pois o plantio da horta é demorado e os reeducandos têm de cultivar a terra, preparar todo o esterco para, só depois, plantar. O preso acorda cedo e já começa capinar, plantar e cuidar dos animais.

Os produtos da chácara são utilizados na alimentação dos próprios reeducandos e também distribuídos a seus familiares, em dias de visita. Como a produção é grande e acaba sobrando verduras e legumes, a unidade pretende fazer uma parceria com um albergue que abriga menores de idade. O intuito é doar alimentos produzidos na unidade e em troca as professoras do albergue darão cursos aos reeducandos.
Além dessa parceria, a unidade tem projetos de implantar uma biblioteca e uma sala de aula, além de construir um grêmio esportivo para os funcionários, em um terreno da prefeitura localizado ao lado da unidade. A iniciativa é vista por funcionários e presos, como positiva.

Seguindo os passos do vizinho, o diretor do CDP Chácara Belém II, Alexandre Campos da Silva está se mobilizando para multiplicar o projeto. “Pretendemos em breve construir uma chácara tão bonita quanto essa”, promete.


No suor do teu rosto,comerás o teu pão ,até que tornes a terra.   GÊNESIS  3/19 

Nenhum comentário:

Postar um comentário