.:GESE:.: Antigo prédio da PCE agora presidio feminino recebe curso de lingua Espanhola

Adicionado 13/07/2012

quarta-feira, 20 de março de 2013

Antigo prédio da PCE agora presidio feminino recebe curso de lingua Espanhola

Presidio feminino(antiga PCE) Inicio do curso de Espanhol com o Pr Hugo chavez
CPAI, PCEF E PCE: Novos cursos profissionalizantes para transformar o ambiente das prisões
Desde o final de fevereiro, 91 detentos de três unidades do Complexo de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, estão realizando cursos em duas diferentes áreas.
A. promoção desses cursos faz parte das metas da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná-SEJU de transformar as prisões em escolas e em ambientes de paz e não -violência, tendo em vista a reintegração social dos custodiados.

Uma das formações é um curso de espanhol básico, em parceria com a Escola de Cursos Profissionalizantes Microcamp -Hauer, envolvendo 20 reeducandos da Colônia Penal Agroindustrial do Paraná (CPAI) e 20 presas da Penitenciária Central Feminina do Estado (PCEF).O curso é ministrado pelo professor voluntario Hugo Daniel Chaves, com aulas uma vez por semana, perfazendo carga horária de 24 horas.
Curso de Espanhol em presidio feminino(aula inaugural) com o Pr Hugo Chavez


O gerente da Escola,Sr. Murilo Haddad ,fez a entrega das apostilas no incio das aulas e ressaltou a importância de iniciativas desse tipo. “ A oportunidade do preso efetuar um curso, pode fazer a diferença em sua vida, contribuindo de maneira efetiva para sua ressocialização.”

O outro curso é de Contabilidade Básica,fruto de parceria entre a SEJU e o SENAC- Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial e beneficia outras 21 apenadas da PCEF, além de 30 presos da Penitenciária Central do Estado (PCE). O curso, com carga horária de 40 horas, está sendo realizado a distancia. As apostilas e a tutoria foram disponibilizadas pelo SENAC.

Com essas ações, as unidades prisionais do Estado, em parceria com entidades apoiadoras, têm proporcionado aos apenados capacitação e profissionalização. “A educação - o acesso, a permanência e o sucesso - é um direito dos internos presos do regime fechado e semiaberto e dos egressos do Sistema Penal e faz parte das ações de tratamento penal”, diz coordenadora de Educação,Qualificação e Profissionalização de Apenados da SEJU, Glacélia Quadros.
Fonte DEPEN


E SERÁS BEM-AVENTURADO ;PORQUE ELES NÃO TÊM COM QUE TO RECOMPENSAR ...                                                 LUCAS 14/14

Nenhum comentário:

Postar um comentário