.:GESE:.: PRESIDIO DO PARÁ RECEBEU UM TRATOR NOVO PARA OS DETENTOS TRABALHAR NA UNIDADE.

Adicionado 13/07/2012

sábado, 19 de outubro de 2013

PRESIDIO DO PARÁ RECEBEU UM TRATOR NOVO PARA OS DETENTOS TRABALHAR NA UNIDADE.

Em julho deste ano, a Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel do Pará recebeu um novo trator para auxiliar na logística das atividades da unidade prisional e no projeto Nascente Polo Agroindustrial. O veículo é resultado de cooperação firmada entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) e a Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) e foi cedido por meio de um termo de cessão de uso.
O trator tem tração nas quatro rodas e um motor com 75 cavalos de potência, além de contar com o auxílio de três implementos agrícolas: roçadeira, grade aradora e caçamba. Segundo o engenheiro agrônomo da colônia agrícola, Dimitri Queiroz, o veículo é usado no processo produtivo do projeto Nascente, com o plantio de mais de 30 espécies agrícolas, como banana, açaí, mandioca, melancia, abóbora e hortaliças em geral.
Parte da produção é destinada à empresa terceirizada responsável pela alimentação de todo o Complexo Penitenciário de Santa Izabel, enquanto outra parte é doada para instituições de caridade. A aquisição do novo equipamento garante maior produtividade ao projeto, que tem o apoio do governo do Estado. "A roçadeira é usada para a limpeza do terreno onde será feito o plantio, para posteriormente chegar à etapa de manejo e conservação do solo, onde o trator usa a grade aradora, responsável pela preparação para o plantio, fazendo tarefas como nivelamento e descompactação do terreno”, explica o agrônomo.
O processo permite o crescimento sadio das raízes, facilita a penetração da água para irrigação e permite a oxigenação do terreno, garantindo o desenvolvimento das bactérias decompositoras do solo. “O implemento agrícola também auxilia no transporte da alimentação das criações de palmípedes e suínos, ferramentas e insumos agrícolas em geral como adubo, serragem e madeira", explica.
Cerca de 210 internos custodiados na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel desenvolvem algum tipo de atividade no projeto Nascente. Todos os internos participantes são remunerados e recebem o benefício da remissão de um dia de pena a cada três dias de trabalho. Natanael Souza está há seis meses no projeto e trabalha na horta da unidade prisional.
"Eu já trabalhava como agricultor, e agora estou aprimorando as técnicas de plantio e manejo em todas as etapas de produção. O trator ajudou muito o trabalho, pois diminuiu bastante o serviço pesado de limpeza do solo. Agora temos mais tempo para nos dedicarmos às atividades de cultivo. O trabalho para mim é uma forma de mudar de vida. Fui preso por tráfico e não quero errar novamente. Quero criar meus três filhos de forma digna quando sair daqui”, relata o interno.
Segundo o engenheiro agrônomo da colônia, o trator também é usado para dar apoio na limpeza em áreas de segurança e visitação da unidade prisional, onde é feita a roça da grama. A limpeza é feita nos locais de circulação dos internos, como perímetro dos blocos carcerários e áreas estrategicamente escolhidas pelo setor de segurança, permitindo uma melhor vigilância dos agentes prisionais da unidade.
Até o fim do ano, a Sagri deve entregar uma nova patrulha mecanizada, composta por roçadeira e uma grade aradora de 16 cilindros. “O novo trator potencializa nossas atividades de produção, conservação e paisagismo da Colônia Agrícola, nas áreas estratégicas de produção e segurança. Com o auxilio desses implementos, ganha-se em produtividade, otimizando o trabalho e produzindo mais e em uma quantidade menor de tempo", conclui o engenheiro.

LEMBRAI-VOS DOS PRESOS ......            Hebreus 13/3

Nenhum comentário:

Postar um comentário