.:GESE:.: EX- PRESIDIARIO,HOJE DIRETOR DE PRESIDIO NA PARAIBA

Adicionado 13/07/2012

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

EX- PRESIDIARIO,HOJE DIRETOR DE PRESIDIO NA PARAIBA

Diretor do presídio de Sapé rebate ministro da justiça Eduardo Cardoso sobre as Críticas ao sistema prisional.


silva neto Diretor do presídio de Sapé rebate ministro da justiça Eduardo Cardoso sobre as Críticas ao sistema prisional.O Ministro da Justiça José Eduardo Cardoso, em meio ás críticas recentemente ao sistema prisional em todo Brasil, foi muito infeliz quando declarou em discurso em rede nacional que “é melhor morrer, do que ser preso”, em defesa dos companheiros do Partido dos Trabalhadores – PT, em virtude de julgamento da corrupção do mensalão.
O diretor Silva Neto respondeu ás críticas do ministro da justiça que a Paraíba se tornou uma referência em gestão prisional, o presídio de Sapé que é dirigido por um ex-presidiário e ex-policial, Silva Neto fala das ações administrativas e da implantação dos projetos de ressocialização que vem sendo desenvolvido naquela casa prisional que o governo do estado vem auxiliando com o plano de gestão que é destaque em todo Paraíba que deve se tornar referencia pra outros estados.
 Conforme o diretor o trabalho realizado no presídio foi tanta surpresa que ultrapassou a fronteira da Paraíba, a exemplo com dimensão nacional, que há poucos dias participou do congresso da pastoral nacional em Minas Gerais, e do seminário realizado no estado da Bahia pra levar como modelo de gestão para se tornar referência a população carcerária pra se tornar modelo.
 Em meio às críticas o Brasil conhece o ex-presidiário que tornou diretor do presídio e é referência  em todo Brasil, que tem um governador que investe e pune no sistema prisional da Paraíba, que as rebeliões caíram significativamente com relações aos governos anteriores e modelo novo de gestão.
 Silva Neto desabafou dizendo que o presídio de Sapé funciona tudo, além de prevalecer o respeito entre sua equipe os reeducandos e familiares, que trabalham e estudam no presídio e com as reformas desenvolvidas pelos próprios reeducandos em favor da mudança em favor de um sistema forte e que os detentos tenham um retorno á sociedade.
Por fim, o diretor Silva  Neto recebeu essa semana a visita do Senac que nos trouxe um curso doce e salgados, para 20 reeducandos naquela casa prisional, que é resultado de uma parceria com Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial – SENAC, onde na oportunidade os reeducandos foram capacitados durante 10 dias, com carga horária de 40 horas, para que nos próximos dia irão ministrar aos detentos naquela casa prisional qualificando a mão de obra para quando cumprir pene e retornar a sociedade.
Em vez, do ministro criticar o sistema  prisional Brasileiro, José Eduardo Cardoso, deveria auxiliar a presidente Dilma Rousseff, em criar programas de recuperação de apenados e investir em recurso para melhorar o sistema  e minimizar pelo ou menos a super lotação no presídios e folgar a população carcerária que investe muito pouco que é responsabilidade do governo que tem feito muito pouco a cada governo que se passa como é o governo do PT.


E Isaias ousadamente diz: Fui achado pelos que não me buscavam, Fui manifestado aos que por mim não perguntavam .                ROMANOS 10/20 

2 comentários: