.:GESE:.: MISSOES NO URUGUAY..... A 40 ANOS DA TRAGEDIA DOS ANDES OREMOS PELOS SOBREVIVENTES

Adicionado 13/07/2012

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

MISSOES NO URUGUAY..... A 40 ANOS DA TRAGEDIA DOS ANDES OREMOS PELOS SOBREVIVENTES

Sobreviventes voltarão ao Chile nos 40 anos da tragédia dos Andes

Apenas 16 dos 45 passageiros e tripulantes do avião sobreviveram ao acidente e, durante o tempo em que permaneceram aguardando socorro, se alimentaram .... Foto: EFE Apenas 16 dos 45 passageiros e tripulantes do avião sobreviveram ao acidente e, durante o tempo em que permaneceram aguardando socorro, se alimentaram dos corpos dos mortos no desastre


Os 16 uruguaios sobreviventes da tragédia dos Andes, que permaneceram 72 dias isolados no cume da cordilheira após um acidente aéreo em 1972, viajarão ao Chile, país que era o destino do voo que caiu com 45 pessoas a bordo, para lembrar o 40º aniversário da tragédia e agradecer por seu resgate.
Em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira em Montevidéu, vários dos sobreviventes disseram que a ideia do grupo é participar, no próximo dia 13, de diversas atividades em Santiago para lembrar os 29 "amigos e irmãos" que morreram na montanha e, ao mesmo tempo, "celebrar a vida".
José Luis "Coche" Inciarte explicou que a viagem ao Chile servirá para lembrar que "a tragédia ficou para trás" e homenagear os falecidos.
Em 13 de outubro de 1972, um avião que transportava uma equipe de jogadores de rúgbi uruguaios e vários familiares caiu em plena cordilheira dos Andes quando o grupo seguia para Santiago do Chile, onde disputaria uma partida.
Apenas 16 dos 45 passageiros e tripulantes do avião sobreviveram ao acidente e, durante o tempo em que permaneceram aguardando socorro, se alimentaram dos corpos dos mortos no desastre. O caso, conhecido como a "tragédia dos Andes, depois seria tema de diversos filmes e livros.
Os ex-jogadores, responsáveis pela Fundação Vivem, dedicada a ajudar pessoas necessitadas e a preservar a memória do acidente, explicaram hoje que jogarão contra o clube Old Grangonian, de Santiago, em um encontro no qual também esperam agradecer à Força Aérea Chilena por seu resgate e a "todo o povo chileno" por seu apoio.
Roy Harley, outro dos sobreviventes, indicou que os veteranos vestirão um uniforme similar ao que era usado em 1972 e entregarão um ao presidente chileno, Sebastián Piñera, assinado por eles, para agradecer o Chile pelo papel que representou no "milagre".  

Nenhum comentário:

Postar um comentário