.:GESE:.: Nesta segunda f. começa o julgamento de 26 policiais acusados da "Massacre do presidio de Carandiru"

Adicionado 13/07/2012

domingo, 7 de abril de 2013

Nesta segunda f. começa o julgamento de 26 policiais acusados da "Massacre do presidio de Carandiru"


Começa nesta segunda-feira (8) o Júri Popular dos 26 policiais acusados de assassinar 15 dos 101 presos mortos no episódio que ficou conhecido como “Massacre do Carandiru”. O julgamento será no Fórum Criminal da Barra Funda, em São Paulo (SP).







As execuções ocorreram no dia 2 de outubro de 1992, no 2º pavimento do Pavilhão 9. O julgamento será dividido em quatro blocos. Nesse primeiro, seriam julgados 28 acusados, porém, dois morreram. A expectativa do juiz José Augusto Nardy Marzagão é que os 83 réus sejam julgados até o final de 2013.

Caso todos os acusados fossem analisados ao mesmo tempo, não haveria condições para que a promotoria e a defesa apresentassem suas teses. O número de réus inicialmente era de 116, porém, a morosidade do julgamento diminuiu esse número, por conta da prescrição dos crimes e mortes dos acusados.

A pena para o crime de homicídio é de 12 a 30 anos, porém, se condenados, os policiais não devem ser presos imediatamente, já que podem recorrer em liberdade.

O promotor Fernando Pereira da Silva, demonstra preocupação com a memória dos jurados, já que o caso completa 21 anos em 2013. Por isso, deve recorrer às consequências da tragédia, entre elas, a criação do Primeiro Comando da Capital (PCC). “Um aspecto que será lembrado (no júri) é que, em 1992, não existiam facções criminosas organizadas. A gente tinha quadrilhas e bandos isolados dentro dos estabelecimentos prisionais. (…) O massacre do Carandiru foi o estopim da organização dos criminosos”, disse o promotor.





;E O MEU JUÍZO E JUSTO,PORQUE NÃO BUSCO A MINHA VONTADE , MAS A VONTADE DO PAI QUE ME ENVIOU.          Jõao  5/30

Nenhum comentário:

Postar um comentário