.:GESE:.: NOVO EQUIPAMENTO PARA O PRESÍDIO CCSJP (PR) , SCANNER CORPORAL "BODY SCANNER".

Adicionado 13/07/2012

quinta-feira, 20 de março de 2014

NOVO EQUIPAMENTO PARA O PRESÍDIO CCSJP (PR) , SCANNER CORPORAL "BODY SCANNER".


Foi inaugurado nesta quarta-feira (19/03), na Casa de Custódia de São José dos Pinhais (CCSJP), um novo equipamento que dá maior segurança ao sistema penitenciário do Paraná. É o Scanner Corporal ou “Body Scanner”, que permite uma visão minuciosa de quem entra no estabelecimento prisional, detectando qualquer tipo de metal, armas, drogas, explosivos, celulares, próteses e demais objetos estranhos que possam estar escondidos em roupas, sacolas ou no interior do corpo humano.

Somente em 2013 foram apreendidos 5.871 aparelhos celulares e 52 quilos de maconha, além de outras drogas e objetos proibidos, nos 33 estabelecimentos do sistema penitenciário do Paraná. “O uso desse recurso tecnológico vai coibir a entrada desses objetos e drogas e levar mais segurança aos agentes penitenciários, demais servidores e visitantes”, garante a secretária da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná, Maria Tereza Uille Gomes. Além disso, vai gerar menor custo em recursos humanos e proporcionará “maior respeito aos visitantes, pondo fim a revistas consideradas invasivas”, afirmou ela durante a inauguração do equipamento, que contou ainda com a participação do diretor do Departamento de Execução Penal (DEPEN), Cezinando Paredes. 


O diretor da CCSJP, Jeferson Medeiros Walkiu, destaca que a unidade vai ganhar em segurança e agilidade. “A revista manual de uma visita feminina, que é a grande maioria dos que visitam a nossa unidade, levava em média 6 a 8 minutos. Agora, com esse equipamento, vamos demorar, no máximo, um minuto”, disse. 

A partir de abril, outras quatro unidades penais do estado também receberão o aparelho. São elas a Penitenciária Estadual de Londrina II (PEL II), Penitenciária Estadual de Foz do Iguaçu II (PEF II), Penitenciária Estadual de Cascavel (PEC) e o Complexo Penitenciário de Piraquara. Neste último, o aparelho será utilizado por todas as sete unidades ali localizadas.

Esses equipamentos serão usados na inspeção de visitantes e servidores públicos que trabalham diretamente com mais de 10 mil presos, dos 18 mil sob custódia da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SEJU). Os scanners foram locados por três anos da empresa Smiths Detection do Brasil Comércio de Equipamentos Ltda., a um custo mensal total de R$ 88.000,00.


EQUIPAMENTO – Pela alta tecnologia aplicada, segundo o fabricante, o modelo de Scanner Corporal (B Scan 16 HR-DV), que começa a ser utilizado no sistema penitenciário paranaense e é utilizado também em aeroportos, alfândegas, estações ferroviárias e área de mineração, possui qualidade de imagem de excelente definição, emitindo baixa dose de raios x. “A emissão é de 0,1micro Sv/por varredura e a dose máxima requerida pela Comissão Nacional de Energia Nuclear-CNEN é de 1micro Sv”, informa a empresa. 

Com inspeção rápida, em que uma única visualização é suficiente para o escaneamento completo do corpo humano, o aparelho suporta escaneamento local onde o operador pode selecionar e inspecionar uma área específica com foco diferente, evitando escaneamento desnecessário na inspeção de pessoas. A área de inspeção proporciona a comunicação entre o operador e o usuário por meio de sistema integrado de áudio e vídeo. As características faciais e informações das pessoas inspecionadas podem ser salvas e, se necessário, combinadas com as imagens obtidas.

Toda alma esteja sujeita às autoridades superiores; porque não há autoridade que não venha de Deus, e as autoridades que há foram ordenadas por Deus” (Rm 13.1). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário