.:GESE:.: CENTROS DE RESSOCIALIZAÇÃO DE MENORES INFRATORES DO PARANÁ ENTRE OS MELHORES DO BRASIL.

Adicionado 13/07/2012

sábado, 10 de agosto de 2013

CENTROS DE RESSOCIALIZAÇÃO DE MENORES INFRATORES DO PARANÁ ENTRE OS MELHORES DO BRASIL.

U


EQUIPE "GESE" EVANGELISMO DE MENORES INFRATORES.

m relatório do Conselho Nacional do Ministério Público, divulgado nesta semana, aponta que o Paraná é um dos poucos estados em que não há superlotação dos centros de ressocialização de jovens. Estes locais, que já foram chamados de “educandários”, são uma espécie de prisão de menores que cometem crimes, mas com um tratamento diferenciado de cumprimento da pena. No Paraná, são 959 vagas para 847 internos. Ou seja, o índice de superlotação chega a 88%. De acordo com a coordenadora dos centros no estado, Cláudia Foltran, este número positivo se dá pelos trabalhos desenvolvidos.
São cerca de 200 cursos desenvolvidos nas unidades, todos com o objetivo de evitar a reincidência dos jovens infratores. Este número vem caindo nos últimos anos. Em 2010, foi de 33%. Já no ano passado, ficou em 27%. Mas o objetivo, segundo Cláudia Foltran, é evitar que os jovens cometam crimes.
Pr Hugo Chavez . Coordenador de GESE.


Em todo o Paraná são 19 unidades de internação e oito de semi-liberdade. Já nos outros estados, o Maranhão lidera o índice de superlotação. Por lá, são 335 internos para apenas 73 vagas.

Equipamento de evangelismo.
Alimentos para a confraternização mensal com os internos.
Agradecemos as autoridades que administram os educandários do Paraná,  por  nos dar a oportunidade de poder levarmos a palavra de Deus  nas instituiçóes   socioeducacional  e assim ajudar na resssocialização dos menores .
O Grupo de Evangelismo Semeadores de Esperança,  da Igreja  Missão Cristã esta empenhado na recuperação destes  jovens e adolescentes que cometeram crimes contra a sociedade , e hoje estão privados de sua  liberdade .

INSTRUI AO MENINO NO CAMINHO QUEDEVE , E ATÉ QUANDO ENVELHECER  NÃO SE DESVIARÁ DELE .
Provérbios 22/6

Nenhum comentário:

Postar um comentário