.:GESE:.: 17 DE SETEMBRO ANO NOVO JUDAICO 5773

Adicionado 13/07/2012

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

17 DE SETEMBRO ANO NOVO JUDAICO 5773

JUDEUS EM URUGUAY
O Uruguai tem uma comunidade judaica velha e estabelecida e seu desenvolvimento corre em paralelo ao desenvolvimento do país

    Existem poucos documentos que contam a história dos judeus na época do período colonial, mas há indícios de que havia alguns marranos vivendo lá no século XVI. Em 1726, o governador de Montevidéu conclamou os primeiros colonizadores a serem “pessoas de valor, de hábitos, reputação e família, para que eles não sejam inferiores, nem da raça Moura ou Judaica”. Em 1770 é de quando se tem o primeiro registro de presença judaica no Uruguai. Com o fim da Inquisição em 1813, o sistema político e social de Uruguai evoluiu a um nível maior de tolerância. Isto forneceu a base para a residência Judaica continuar por lá.

    Em 1905, há relato da chegada de vários judeus ao Uruguai. Apesar disso, o primeiro minyam de que se tem certeza que existiu data de 1912. Em 1909, 150 judeus viviam em Montevidéu, a cidade com a maior população judaica no Uruguai. Em 1917 a primeira sinagoga da comunidade é aberta.

    Para muitos judeus o Uruguai era uma parada temporária para o Brasil e a Argentina.

    Em 1929, a comunidade de judeus Ashkenazi fixou a rede educacional. As escolas judaicas têm funcionado em várias partes do país desde os anos 20. Nos anos 30, o movimento fascista vinha crescendo e com isso os judeus sofriam uma repressão na sociedade uruguaia. Este tratamento com a comunidade judaica diminuiu bem perto da 2ª Guerra Mundial devido à administração do general Alfredo Baldomir, um anti-fascista.

    Após a criação do Estado de Israel e o êxodo forçado de judeus para fora de terras árabes, muitos judeus vieram para o Uruguai (cerca de 18.000). Entre outros lugares, estes judeus vieram de Argélia, do Egito e de Rhodes.

    Durante o começo do estabelecimento judaico na região os judeus trabalharam na área de comércio, na indústria e nos ofícios e em outros trabalhos assalariados. Houve várias tentativas falhas de se criar uma forte agricultura por meio dos judeus. Já em 1920 os judeus se tornaram predominantemente classe média e seu desempenho espelhava o restante da classe média em geral.

    Com relação à religião no Uruguai a comunidade judaica é predominantemente secular, mas mantém a observância de elementos básicos do judaísmo. Em termos organizacionais, as funções religiosas e seculares estão separadas desde 1942. A vida cultural judaica é a expressão predominante da identidade judaica no Uruguai e existe uma comunidade organizada de humanistas seculares no país. Em meados da década de 90, havia 14 sinagogas Ortodoxas e uma 1 Masorti (Conservadora) e dois rabinos ortodoxos e dois conservadores. O crescimento da comunidade Masorti se deve em parte devido ao crescimento da população do escola rabínica Seminário Rabinico Latinamerico, do movimento conservador na Argentina (uma das 5 escolas rabínicas conservadoras do mundo). O Chabad-Lubavitch também mantém um centro e diversas escolas em Montevidéu, além de um centro em Punta del Este. Dados de 2003, O Uruguai tem 20 sinagogas, mas apenas seis realizam serviços semanais de Shabat e apenas a sinagoga Centro Comunitário Yavne funciona todos os dias. O sinagoga NCI é a kehilá-mãe da Chazit Montevidéu.

    A comunidade judaica do Uruguai é composta de 10.000 famílias de descendência Polonesa, Russa, Húngara e Alemã. Aproximadamente 75% dos judeus do Uruguai são Ashkenazi, enquanto somente 11% são de descendência Sephardi, entretanto nem sempre foi assim. Entre 1917-1918, 75% da população judaica era Sephardi.

    O Uruguai tem escolas sionistas e não sionistas, Ashkenazi e Sepharadi. Os movimentos juvenis tais como o Chazit Hanoar, Maccabi, HaShomer HaTzair, HaNoar HaTzioni, Betar e outros dão a instrução informal da juventude. No Uruguai existem 8 organizações sionistas fortes e é o único local aonde é autorizado se fazer testes para a entrada na universidade de Israel

    A comunidade judaica do Uruguai é menos de 1% da população total e que vem de um declínio constante desde os anos 70 devido principalmente a emigração. Há também poucos judeus com cargos políticos no Uruguai. Devido e a forte crise econômica que afetou grande parte da América Latina no começo do século XXI cerca de metade da comunidade judaica uruguaia (40.000) emigrou, a maior parte pra Israel. Hoje 23.000 judeus moram no Uruguai, cerca de 95% em Montevidéu. 

Ano Purim 1 1 º dia
Páscoa 2
1 º dia
Shavuot 3
1 º dia
Rosh
Hashaná 4
Iom
Kippur 5
1 º dia
Sucot 6
Shemini
Atzeret 7
1 º dia
Hanukkah 8
2008 21 mar. 20 abr. 9 jun. Set 30 Oct. 9 Out. 14 Out. 21 Dez. 22
2009 10 mar. 9 abr. 29 mai. Set 19 Set 28 Oct. 3 Out. 10 Dez. 12
2010 Fev. 28 30 mar. 19 mai. Set 9 Set 18 Set 23 Sept 30 Dez. 2
2011 20 mar. 19 abr. 8 jun. Set 29 Out. 8 Out. 13 Out. 20 Dez. 21
2012 8 mar. 7 abr. 27 mai. Set 17 Set 26 Oct. 1 Out. 8 Dez. 9
2013 Fev. 24 26 mar. 15 mai. Set 5 Set 14 Set 19 Sept 26 Nov. 28
2014 16 mar. 15 abr. 4 jun. Set 25 Oct. 4 Oct. 9 Out. 16 Dez. 17
2015 5 mar. 4 abr. 24 mai. Set 14 Set 23 Set 28 5 Out. Dez. 7


POSTAGEM MISSIONARIA

"Visto que Abraão certamente virá a ser uma grande e poderosa nação, e nele serão benditas todas as nações da terra?"  (Gênesis 18 : 18)

3 comentários:

  1. Boa tarde querida!
    Estou fazendo uma visitinha no seu blog, que é muito bonito e esta cheio de palavras e ensinos para o nosso dia a dia.

    Se desejar me seguir ou visitar o meu blog, esse é muito voltado para o publico jovens e aceitamos postagens, se vc quiser escrever algo ou querer que eu compartilhe algo que vc tenha escrito para eles é só deixar um comentário.
    http://bibliaf.blogspot.com.br/

    Esse aki eu posto algumas mensagens.
    http://vickyalmeida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ótima postagem, amo história ainda mais do nosso povo. Parabéns pelo trabalho, que o Eterno continue iluminando seus caminhos.

    Graça e paz e um ótimo Shanah Tovah pra você e sua família.

    ResponderExcluir
  3. Olá , passei pela net encontrei o seu blog e o achei muito bom, li algumas coisas folhe-ei algumas postagens, gostei do que li e desde já quero dar-lhe os parabéns, e espero que continue se esforçando para sempre fazer o seu melhor, quando encontro bons blogs sempre fico mais um pouco meu nome é: António Batalha. Como sou um homem de Deus deixo-lhe a minha bênção. E que haja muita felicidade e saude em sua vida e em toda a sua casa.
    PS. Se desejar seguir o meu blog,Peregrino E Servo, fique á vontade, eu vou retribuir.

    ResponderExcluir