.:GESE:.: SEM DIZIMOS NEM OFERTAS IGREJAS DESISTEM DE EVANGELIZAR PRESIDIOS

Adicionado 13/07/2012

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

SEM DIZIMOS NEM OFERTAS IGREJAS DESISTEM DE EVANGELIZAR PRESIDIOS


Norma do CNPCP proíbe recolher dízimo em reuniões realizadas dentro de presídios

Norma do CNPCP proíbe recolher dízimo em reuniões realizadas dentro de presídios

A norma que regulamenta os cultos e assistência religiosa em presídios definindo entre outras coisas que não se pode mais pedir o dízimo nem vender materiais religiosos dentro das penitenciárias.O Conselho Nacional de Política e Penitenciária (CNPCP), órgão ligado ao Ministério da Justiça (MJ), decidiu normas que regulamentam os cultos e assistência religiosa em presídios definindo entre outras coisas que não se pode mais pedir o dízimo nem vender materiais religiosos dentro das penitenciárias.

A norma não engloba apenas evangélicos, pelo contrário, permite que representantes de todas as religiões tenham acesso aos detentos e para que este trabalho seja realizado os voluntários não precisarão mais passar por revista íntima. Mas somente instituições com mais de um ano de existência poderão se cadastrar para fazer trabalhos dentro dos presídios.

Os elementos para rituais dessas religiões estão autorizados, mas desde que esses objetos não apresentem riscos para a segurança. “A resolução efetiva o direito, deixando bem claro o direito da prática religiosa, mas sem abrir mão da segurança, porque estamos falando de presídios e não de locais abertos”, afirma o presidente do CNPCP, Geder Luiz Rocha Gomes.

As normas foram elogiadas pelo pastor Edvandro Machado Cavalcante, coordenador da Pastoral Carcerária da Igreja Metodista do Rio de Janeiro, ele que já trabalha na assistência religiosa a presidiários há mais de 10 anos considerou a medida positiva. “A legislação dava uma de João sem braço. Isso era um ponto muito delicado, principalmente aqui no Estado do Rio. Os agentes penitenciários não faziam, mas teoricamente poderiam fazer. Acho muito importante que isso fique claro. Porque aquela revista é vexatória”, afirma.

O religiosos também concorda com a proibição da arrecadação de dízimos e a venda de materiais ligados às religiões, pois acredita que apesar da oferta fazer parte da prática religiosa de algumas igrejas, dentro dos presídios a assistência religiosa deve ser feita de forma diferente. “Ir lá para arrecadar junto a essa população tão espoliada é uma indignidade, violenta o principio mais básico da dignidade humana. É uma preocupação de muito bom tom, apesar da portaria 005 da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária di Rio de Janeiro (SEAP), que regulamenta a ação do agente religioso, já deixar claro que não pode haver comércio nem arrecadação”, completa.A maioria das unidades prisionais já conta com um local destinado as práticas religiosas, essa medida vem para defender esse espaço e também para defender que este espaço seja usado também para atividades educativas e profissionalizantes.

 
"Vale a pena pregar a palavra nos presídios?" 

Desde o ponto de vista financeiro não haveria nenhum interes para as igrejas realizar evangelismo nos presídios.
Existem normas internas que proíbem dentro dos presídios pedirem qualquer tipo de contribuição financeira o que afugenta muitas vezes os religiosos. 
Porem todo aquele que tem dentro de si a chama acesa do IDE do senhor Jesus, e uma consciência cristã verdadeira não olha para as barreiras e limitações que possa achar pela frente.
O Grupo de Evangelismo Semeadores de Esperança ’’colocam-se a dispor do senhor Jesus para cumprir o que esta escrito no livro de Mateus 25:39. E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te?   
Estamos juntos em nessa grande obra porque cremos que DEUS tem poder para libertar, transformar e restaurar vidas, que a sociedade discrimina e nega novas oportunidades.
Durante os anos que temos realizado evangelismo em presídios e delegacias os frutos tem surgidos de maneira constante em libertações de drogados,criminosos,traficantes e restauração de famílias destruídas, os quais hoje são fieis servos de DEUS.
Nosso blog quer trazer até você parte de nosso trabalho com testemunhos,fotografias, rogando a vossas orações em nosso favor

Que Deus abençoe a todos

Pr.Hugo Daniel (coordenador de evangelismo

3 comentários:

  1. EM MALAQUIAS 3 ESTÁ ESCRITO TRAZEI OS DÍZIMOS À CASA DO TESOURO QUE É A IGREJA PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA, E FAZEI PROVA DE MIM SE EU NÃO ABRIR AS JANELAS DOS CÉUS, DISSE DEUS. A MAIORIAS DAS PESSOAS HOJE SÓ QUEREM GANHAR, NA HORA DE DEVOLVER O QUE É DE DEUS PULAM FORA E REALMENTE SEM A CONTRIBUIÇÃO DA IGREJA FICA MAIS DIFÍCIL REALIZAR ESSE GRANDE TRABALHO QUE JÁ NÃO É FÁCIL.

    ResponderExcluir
  2. desculpaMAS EU NÃIO CONCORDO COM VC NÃO HELIO AS OFERTAS E DIZIMOS QUE SÃO RECOLHIDAS NAS IGREJAS CONCERTEZA DEVEM SER USADA TBM PARA ISSO O EVANGELHO DE JESUS JA ESTA TÃO ESCRACHADO POR CONTA DE TANTA PEDIÇÃO E AINDA VÃO PEDIR DINHEIRO A PRESOS? COMO ASSIM DEUS ME LIVRE GENTE ACORDA ISSO É INADMISSIVEL VAMOS REVER NOSSOS CONCEITOS TD TEM UM LIMITE PAZ

    ResponderExcluir
  3. Se proibirem a arrecadação de dismos em todas a igrejas e o estado burocratizar a abertura de novos templos, com o tempo os picaretas da fé sumirão e ficarão apenas as doutrinas de salvação. Sumirão os milionários da fé e da enganação das massas com esse curandeirismo e cristianismo capitalista que assola nosso pobre país.

    ResponderExcluir