.:GESE:.: GRANDE VITORIA: PRESOS DE MINAS GERAIS ENTRAM NA UNIVERSIDADE

Adicionado 13/07/2012

domingo, 5 de agosto de 2012

GRANDE VITORIA: PRESOS DE MINAS GERAIS ENTRAM NA UNIVERSIDADE

O sonho de cursar o Ensino Superior se transformou em realidade, neste ano, para cinco detentos do sistema prisional de Minas Gerais. Eles foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e por terem conseguido boas notas, também receberam bolsa do Programa Universidade para Todos  (ProUni).

b.jpg
Os novos universitários vão fazer cursos presenciais, em faculdade, e também na modalidade de ensino à distância. Todos iniciam as aulas ainda neste mês. Com o ingresso dos cinco presos no Ensino Superior neste ano, sobe para 17 o total de detentos do Estado matriculados em faculdades e universidades.

Dos cinco aprovados, quatro cumprem pena na Penitenciária José Maria Alkimin, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os detentos estudam na Escola Estadual César Lombroso, que funciona dentro da unidade prisional. O quinto aprovado está detido no Presídio de Pouso Alegre, no Sul de Minas, e recebeu a bolsa integral do ProUni.

Para o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, o resultado reflete o investimento do Governo de Minas na humanização do sistema prisional, por meio do estudo e do trabalho. “Temos investido fortemente na ressocialização dos detentos, para que eles estudem e trabalhem e nunca sejam um peso para a sociedade. Aprendendo um ofício, seja pela profissionalização dentro das unidades prisionais, seja pelo aprendizado de um Ensino Superior, estes presos poderão ter um futuro diferente quando cumprirem suas penas”, destacou o secretário.

Aprovados


Os presos Roberto da Silva Pereira, de 28 anos, que está no regime fechado, e Arllan Gonçalves Martins, de 24 anos, do regime semiaberto, vão cursar Ciências Econômicas na Faculdade de Estudos Administrativos (FEAD), por meio do ensino à distância. Lázaro Jordão Pimentel, 30 anos, do regime fechado, também fará a modalidade à distância, mas o curso escolhido foi o de Marketing, na Faculdade Anhanguera. Os três detentos estudarão dentro da própria unidade prisional, por meio de computadores disponibilizados pela penitenciária, com o acompanhamento da pedagoga da unidade.

Roberto da Silva Pereira concluiu o Ensino Médio na escola da Penitenciária José Maria Alkimin e agora, por meio do Enem, conseguiu a bolsa para cursar Ciências Econômicas. “Estou bastante animado para começar as aulas. É bom poder usar o tempo que estou preso para estudar, para que não seja um tempo perdido. Vou sair daqui com uma formação, o que vai ser bom para o meu currículo”, afirma.

O preso José Carlos da Silva, 44 anos, por sua vez, fará o curso presencial de Comunicação Assistiva, na PUC Minas do Coração Eucarístico, após o recebimento da autorização judicial para o estudo. José Carlos está no regime semiaberto e já tem a autorização judicial para trabalho externo.

O outro preso que começará a faculdade está detido no Presídio de Pouso Alegre, no Sul do Estado. Alexsandro Camargo dos Santos, de 35 anos, foi aprovado no Enem Prisional e selecionado para uma bolsa de estudos integral na Universidade Paulista (UNIP). O detento vai cursar Gestão da Tecnologia da Informação por meio da modalidade à distância. “Nunca imaginei que iria fazer faculdade de dentro de um presídio. Estou muito motivado e contente”, conta Alexsandro.

Segundo o diretor de Atendimento do Presídio de Pouso Alegre, Gilberto Vicente da Silva, esta foi a primeira vez que a unidade participou do Enem Prisional. “Ficamos surpresos porém satisfeitos com o resultado. Ações como essa incentivam não só a capacitação profissional, mas também a conclusão dos estudos entre os detentos”.

Estudo


e.jpgAtualmente, cerca de 5.500 presos estudam enquanto cumprem pena em unidades prisionais mineiras. Pelo estudo, os detentos têm redução da pena: a cada 12 horas de estudo, um dia é reduzido da sentença a ser cumprida.

Além dos presos que começarão a faculdade este ano, outros sete detentos receberam a certificação do Ensino Médio após a realização do Enem Prisional em 2011. Nestes casos, as notas obtidas não foram suficientes para o recebimento da bolsa do ProUni, porém permitiram a aprovação no exame. Os presos aprovados no Enem estão detidos no Presídio de São João Del Rei, na região Central, na Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Júnior, em Muriaé, na Zona da Mata, no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, no Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e nos Presídios de Itajubá, Lavras e Andradas, todos no Sul de Minas.

Enem Prisional

As provas do Enem Prisional foram realizadas nos dias 28 e 29 de novembro de 2011. Em Minas Gerais, 795 detentos de 43 unidades se inscreveram para o exame com o objetivo de conquistar o certificado de conclusão do Ensino Médio ou se candidatar a vagas em instituições de Ensino Superior. Dos 795 inscritos, 640 realizaram a prova.

Este foi o segundo ano em que as provas aconteceram em unidades prisionais de Minas Gerais. O número de participantes, no último ano, foi mais de três vezes maior que no ano anterior, quando 233 presos se inscreveram e 221 realizaram, de fato, a prova No primeiro dia de prova foram avaliados os conteúdos de Ciências Humanas e Ciências da Natureza e no segundo dia os conteúdos abordados foram Linguagens, Códigos, Matemática e Redação.

2 comentários:

  1. EU FICO MUITO SATISFEITO E ALEGRE COM A OBRA QUE DEUS ESTA REALIZANDO COM ESSES IRMÃOS NOS PRESÍDIOS POR INTERMÉDIO DE VOCÊS. QUE DEUS OS ABENÇOE. É SINAL QUE DEUS ESTÁ OUVINDO NOSSAS ORAÇÕES.

    ResponderExcluir
  2. Eu to aflita não tenho notícias do pai do meu filho ele se chama Fábio Henrique quem souber me de notícias apelido purga

    ResponderExcluir