.:GESE:.: PRESOS COM CURSO SUPERIOR DOBRAM NOS PRESIDIOS DO PARANÁ

Adicionado 13/07/2012

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

PRESOS COM CURSO SUPERIOR DOBRAM NOS PRESIDIOS DO PARANÁ

 Roberto Custódio/ Gazeta do Povo / Preso lê em cárcere de Londrina: aumento de detentos formados coincide com avanços nos índices de educação
Dados do Ministério da Jus­­tiça (MJ) mostram que entre 2005 e 2010 aumentou em 113%, no Paraná, a população carcerária com diploma de ensino superior. No mesmo período, no estado, o número de pessoas que conquistaram um diploma cresceu 48%, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ainda nesse intervalo, o total de presos no Pa­­raná subiu 92%.
A tendência de presos diplomados é nacional. Dados mostram que nos mesmos cinco anos as penitenciárias brasileiras passaram a ter 122% mais detentos com terceiro grau completo. Apesar de não haver estudos conclusivos sobre o assunto, especialistas apontam as drogas como principal causa desse fenômeno. Levantamento feito pela Gazeta do Povo nos estabelecimentos penais do Paraná reforça a hipótese. A análise mostrou que a maioria dos presos com curso superior (41%) foram condenados por tráfico de drogas.
“O tráfico tem mudado o perfil da população carcerária porque a droga não escolhe classe social ou escolaridade. Vai do analfabeto ao doutor”, afirma o doutor em Direito Penal Pedro Marcondes, da Universidade Estadual de Londrina (UEL). Marcondes afirma que outros delitos, como furtos, homicídios e até crimes passionais não raro também são influenciados pela droga.
Ex-diretor da Peni­­ten­­ciá­­ria Estadual de Londrina, Mar­­condes acredita que os chamados “crimes do colarinho branco” – outra hipótese para o aumento de presos com curso superior – ainda não condenam o suficiente para serem significativos nas estatísticas, mas já se fazem notar. “Esses criminosos ficam pouquíssimo tempo na prisão, porque conseguem pagar meios para sair da cadeia”, explica.

Maus lençóis
A aproximação das classes média e alta (maioria entre os universitários) com o tráfico começa com a dependência química. “Quando precisa de droga, o filho do rico não pede dinheiro à família. Ele contrai uma dívida com o traficante e, para pagá-la, é impelido a trabalhar para o tráfico e acaba preso”, ilustra o especialista.
A professora Sandra Re­­gina de Abreu Pires, do De­­­­­­par­­tamento de Serviço Social da Universidade Esta­­dual de Londrina e pós-doutora em Ciências Criminais, ressalta que o grau mais elevado de instrução acaba sendo uma ferramenta importante para o tráfico. “O crime está cada vez mais organizado e o tráfico exige uma logística bem articulada”, pondera.
Sandra chama a atenção para outra mudança no perfil dos traficantes: a participação mais ativa das mulheres (veja ao lado). “Elas sempre tiveram o tráfico como crime casual. Agora, têm aumentado a participação como membros e até chefes de quadrilhas, não mais como apêndice do companheiro”, observa. Os dados do Ministério da Justiça mostram que o aumento no número de mulheres com nível superior entre os presos foi maior do que o de homens.
Sem sucesso?
Em paralelo ao avanço das drogas nas classes mais abastadas, deve-se considerar a democratização do ensino superior. Para o doutor em Direito Jacinto Nelson de Miranda Coutinho, esse pode ser mais um fator que contribui com as estatísticas. “O sujeito se esforça para custear uma faculdade e depois se frustra com o mercado de trabalho, que não dá a resposta que ele esperava”, afirma, sobre aspectos a serem investigados.
Para Coutinho, a divulgação do aumento de presos diplomados pode servir como alerta para aqueles que se deparam com um mercado pouco favorável. “Foi-se o tempo em que o sujeito que tem curso superior não era apanhado”, pondera.

Pastor Hugo ajudando detentos sem olhar classe social.

 QUE O PROBLEMA DAS DROGAS NO BRASIL E UM PROBLEMA NACIONAL JA NINGUEM DUVIDA.  AS ESTATISTICAS NOS MOSTRAM ESSA TRISTE REALIDADE.   POREM NOS QUE REALIZAMOS TRABALHO DE RESSOCIALIZAÇAO DE DETENTOS, CONVIVEMOS COM ESSA SITUAÇAO NO DIA A DIA.NO PASSADO, MUITA GENTE QUE ABORRECIA A PALAVRA PRESIDIARIO O MELHOR DIZENDO, REJEITAVA OS PRESIDIARIOS, POR SEREM DE CLASSE SOCIAL MEDIA OU MEDIA ALTA, HOJE CONVIVEM COM PESSOAS DE SUA PROPRIA FAMILIA DENTRO DO SISTEMA. QUANTAS VEZES PESSOAS COM MAIOR PODER FINANCEIRO E NIVEL INTELECTUAL SUPERIOR NEGOU AJUDA PARA O TRABALHO DE RECUPERAÇAO DE RECLUSOS, ATE INCLUSIVE, QUANTOS JA NAO FALARAM QUE OS PRESOS DEVERIAM DE MORRER TODOS, E HOJE ESTAO LA NA PORTA DO PRESIDIO ENFRENTANDO A FILA DE VISITA JUNTO COM A DIARISTA E O PEDREIRO.EU ME LEMBRO , MESES ATRAZ,  EM UMA DE MINHAS VISITAS AO SISTEMA ME DEPAREI COM CERTO SENHOR, DE CABELHOS GRISALHOS TRISTE E ABATIDO,CONVERSANDO COM ELE ,ME CONTOU QUE ERA VICE PRESIDENTE DE UMA MULTINACIONAL, E QUE ESTAVA PRESO POR ESTELIONATO .  ME DOIA PROFUNDAMENTE VER AQUELE HOMEM QUE PODERIA SER MEU PAI CHORAR DESCONSOLADAMENTE ENCOSTADO NO MEU PEITO, DIZENDO QUE PARA ELE NAO TINHA MAIS JEITO. CUSTOU MUITA ORAÇAO PARA CONVENCE-LO QUE A QUESTIAO NAO ERA IDADE , SENAO ARREPENDIMENTO PARA DEUS PERDOA-LO.ELE ESTAVA ENVERGONHADO E TINHA SUA AUTO ESTIMA PELO CHAO POREM, A PALAVRA DE DEUS RESTAUROU  SUA VIDA .A MALDITA DROGA  NAO OLHA CLASSE SOCIAL NEM NIVEL CULTURAL OU INTELECTUAL ,ELA LEVA O RICO E O POBRE  PARA O PRESIDIO ,OU PARA A SEPULTURA .SO JESUS CRISTO COM SEU GRANDE AMOR E MISSERICORDIA PODE RESGATAR ESSAS VIDAS QUE CAMINHAM PARA A PERDIÇAO.  NAO OLHE PARA OS PRESOS COM DESPRESO ,ORE POR ELES ,LEMBRA-TE  QUE O AMADO MESTRE NAO TOMOU EM CONTA O QUE FALAVA AQUELE MISERAVEL SALTEADOR SEM ARREPENDIMENTO ,POREM SALVOU O OUTRO QUE PEDIU A SUA MISERICORDIA.  O GRUPO DE EVANGELISMO GESE NAO OLHA PARA A PORCENTAGEM DE PRESOS QUE VOLTAM ATRAZ ,OLHAMOS PARA O MESTRE JESUS, E SEGUIMOS O SEU EXEMPLO,RESSOANDO EM NOSSOS OUVIDOS A PALAVRA: MAIS VALE UMA ALMA SALVA ,QUE O MUNDO TODO PERDIDO . QUE A NOSSA CONCIENCIA CRISTA FALE MAIS ALTO.                  PR. HUGO CHAVEZ

"Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados."  (Tiago 5 : 20)

Um comentário:

  1. É uma triste verdade. As drogas têm destruído muitas vidas. Tenho visto nas ruas muitas pessoas se perdendo nas drogas, caminhando para o inferno. Trabalho numa delegacia e ali também vejo famílias sendo destruídas. realmente só Deus pode restaurar essas vidas. precisamos orar continuamente e falar cada vez mais de Deus para essas pessoas, a fim de mostrar-lhes que há solução.

    ResponderExcluir