.:GESE:.: Remição pela leitura e Projeto Bereia

Adicionado 13/07/2012

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Remição pela leitura e Projeto Bereia


 

Remição pela leitura

O corregedor-geral da Justiça Federal, ministro João Otávio de Noronha, e o diretor-geral do Departamento Penitenciário Nacional do Ministério da Justiça (Depen), Augusto Eduardo de Souza Rossini, assinaram a Portaria Conjunta nº 276, no último dia 20 de junho. O dispositivo traz as normas que regerão, a partir de agora, o funcionamento do projeto “Remição pela Leitura”, criado em 2009, na Penitenciária Federal de Catanduvas (PR). As prisões federais de Campo Grande (MS), Porto Velho (RO) e Mossoró (RN) também estão adotando a iniciativa.

A proposta do projeto é oferecer ao detento a oportunidade de reduzir a pena por meio da leitura de livros. Os presos são voluntários e têm de 21 a 30 dias para ler uma obra e produzir uma resenha. O cumprimento das atividades poderá resultar em quatro dias a menos de pena, por obra lida, ou até 48 dias, no prazo de um ano. Para isso, as unidades que adotarem o projeto, deverão dispor de uma biblioteca com, no mínimo, 20 exemplares de cada obra a ser trabalhada. Integram a iniciativa, em geral, livros direcionados à reflexão e à formação social do indivíduo, a fim de auxiliar o detento no processo de ressocialização. São títulos nacionais e internacionais como Crime e Castigo, de Dostoiévski, e Incidente em Antares, de Érico Veríssimo.

Modelo e paradigma

Pioneira da iniciativa, a Penitenciária Federal de Catanduvas conta com uma biblioteca cujo acervo ultrapassa os quatro mil exemplares. O projeto surgiu de uma parceria com a comunidade e a Justiça Federal, que doaram os primeiros livros. Atualmente, o modelo é adotado por outras Penitenciárias Federais e por alguns Sistemas Penitenciários Estaduais. A “Remição pela Leitura” disputou o concurso de 1º Prêmio Nacional de Boas Práticas em Políticas Criminais e Penitenciárias do CNPCP em 2010. Antes, o Conselho da Justiça Federal (CJF) e o Depen, indicaram o projeto como paradigma a ser seguido, por meio do Enunciado nº 12:“O projeto de remição pela leitura será adotado, também, para reintegração social do preso”.

Segundo o delegado de Polícia Federal e diretor da unidade de Catanduvas, Fabiano Bordignon, desde o início do projeto, mais de 200 presos já tiveram suas penas reduzidas por meio da leitura. “A aprovação dessa Portaria é o reconhecimento de que a iniciativa foi bem aplicada e a ideia é, de fato, inovadora. Acredito que a leitura qualificada influencia o positivamente os seres humanos”, avalia.

No início, conta o diretor, os presos receberam o projeto com desconfiança, mas hoje, assim que entram, já querem aderir. “Por isso, em breve, iremos implantar o estudo das obras em grupo e com os professores da penitenciária”, adianta. Fabiano revela ainda que o sucesso do projeto “Remição pela Leitura” já ultrapassa as fronteiras do Brasil. “A China quer conhecer o nosso modelo e, por isso, enviará representantes para uma visita à penitenciária neste mês”, comemora o delegado.

Fonte: Conselho da Justiça Federal
 
PROJETO BEREIA

O meu povo foi destruído por que lhe faltou o conhecimento, porque tu rejeitaste o conhecimento.Oséias 4:6
 
Deus tem nos manifestado a nessecidade de ver os detentos do regime semi aberto ocupando seu tempo em algo que los tire das coisas que não agradam a Deus e por sua vez adquirindo conhecimento e crescendo na graça de nosso senhor Jesus Cristo.
Porque temos escolhidos a Colonia Penal Agrícola de Piraquara - Paraná?
A CPA é um lugar com 1500 detentos em regime semi aberto e dizer eles tem a liberdade de andar no espaço 1.656,65ha, realizando diferentes atividades como por exemplo cursos,esportes,serviços nas empresas ali estabelecidas e também frequentar a capela ecumênica.Lamentavelmente muitos optão por não realizar nenhuma dessas atividades.
Porem a uma grande parte que são evangélicos e muitos outros que não sendo evangélicos frequentam regularmente os trabalhos evangelisticos da capela e para eles que são destinados os livros da biblioteca do Projeto Beréia.
Talvez você querido leitor de nosso blog tenha livro de autores evangélicos dos mais diferentes ministério os quais estão guardados em algum canto empoeirado e queira dar-lhes uma utilidade melhor doando-los para o Projeto Beréia.
Na 1° fase do projeto arrecadamos certa quantidade de livros e revistas os quais foram repassados para a coordenação da capela como mostram as fotos.
Estamos recebendo livros,revistas e matérias de escola bíblicas em bom estado de conservação nois não encaminharemos mais material em péssima condições
Você pode fazer sua doação de qualquer parte de Paraná ou Brasil, completamente voluntário nois não se responsabilizamos por custo de envio.



QUEREMOS AGRADECER O PASTOR OSVALDINO MONTEIRO DE CAMPO GRANDE(MATO GROSSO) PELA DOAÇÃO DO LIVRO DE SUA AUTORIA"CONHECER PARA CRER"  

VOCÊ AMIGO E ESCRITOR DA UBE QUE DESEJAR CONTRIBUIR COM LIVROS DE SUA AUTORIA NOS COLOCAMOS A SUA DISPOSIÇÃO PARA RECEBER SUA DOAÇÃO

Endereço:
Rua:Marte  Quadra 33 Casa 3
Bairro Sitio Cercado-Curitiba-Paraná
CP:81900065
Contatos 041-33493707 ou 041-91869242 ou 041-84871084
Pastor Hugo Chavez




Um comentário:

  1. QUERIDOS IRMÃOS ISSO É SÓ O COMEÇO DA GRANDE OBRA QUE DEUS TEM A REALIZAR NOS PREZÍDIOS POR INTERMÉDIO DE VOCÊS. QUE DEUS OS ABENÇOE. ESTOU ACOMPANHANDO ESTE BLOG.

    ResponderExcluir