.:GESE:.: 2450 PRESIDIÁRIOS FARAM O ENEM 2016 NO PARANÁ.

Adicionado 13/07/2012

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

2450 PRESIDIÁRIOS FARAM O ENEM 2016 NO PARANÁ.



Este ano, 2.450 presos custodiados em penitenciárias de todo o Estado estão inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio para Pessoas Privadas de Liberdade (Enem PPL). As provas acontecem nos dias 6 e 7 de dezembro. O Enem PPL é ofertado em unidades prisionais e socioeducativas de todo o Brasil desde o ano de 2010. Há um edital específico para as prisões, com datas de aplicação das provas diferentes das aplicadas aos demais estudantes. No Paraná, o exame acontece em salas de aula das próprias unidades penais.

Segundo a coordenadora de educação do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen), Glacélia Quadros, o número de inscritos superou as edições anteriores. "Esse ano atingimos uma marca histórica devido ao empenho de todos os profissionais envolvidos na divulgação junto aos presos, na realização das inscrições e na busca pela documentação necessária. Foi um trabalho árduo e de equipe", disse.

"Estamos fechando parcerias para realização de provas simuladas para que essas pessoas possam se preparar de forma adequada. Além disso, os professores que atuam nas unidades penais trabalham o conteúdo em sala. Para aqueles que não estão matriculados em atividades educacionais, mas querem participar da prova, estamos disponibilizando livros para que estudem e se preparem na própria cela”, explica a coordenadora.

RESULTADOS – No ano passado os resultados foram bons. Dos 1.431 presos que se submeteram ao teste, 221 detentos (15% do total que prestaram o exame) conseguiram a conclusão do ensino médio e 928 (65%) tiveram êxito em uma ou mais disciplinas, o que significa que não precisam mais cursar determinada matéria durante o ensino médio.

Do total dos candidatos do sistema penitenciário paranaense, 80% foram aprovados. Muitos deles obtiveram resultados bastante positivos, atingindo pontuações como 900, 920, 960 na prova de Redação, por exemplo.

As boas notas ainda proporcionaram a 56 presos uma vaga no Ensino Superior por meio do Sistema de Seleção Unificada para Universidades Públicas (Sisu) e do Programa Universidade para Todos (Prouni).

OREMOS PELOS PRESIDIÁRIOS !!

Nenhum comentário:

Postar um comentário