.:GESE:.: PARANÁ OCUPA O PRIMEIRO LUGAR EM NÚMERO DE PRESOS ESTUDANDO NO BRASIL.

Adicionado 13/07/2012

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

PARANÁ OCUPA O PRIMEIRO LUGAR EM NÚMERO DE PRESOS ESTUDANDO NO BRASIL.


Terminou nesta sexta-feira (15/08), em Foz do Iguaçu, o 2º Seminário Estadual de Educação no Sistema Prisional do Paraná, que teve a participação de mais de 350 professores e profissionais que atuam com escolarização e qualificação profissional de apenados. O evento foi realizado em parceria pelas Secretarias da Educação (SEED) e da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná (SEJU).

O encontro, que começou na segunda (11/08), reuniu representantes dos Ministérios da Educação e da Justiça, de Secretarias da Justiça de 15 estados brasileiros,de universidades e instituições sociais, do Departamento de Execução Penal do Paraná, de unidades penitenciárias e núcleos regionais de Educação de Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Guarapuava, Francisco Beltrão, Umuarama, Cascavel, Foz do Iguaçu e Área Metropolitana Norte.

Os participantes conheceram experiências que vêm sendo desenvolvidas no país, especialmente no Paraná, de educação como forma de ressocialização do apenado. Professores e diretores dos Centros Estaduais de Educação Básica para Jovens e Adultos (CEEBJA), que dão aulas para detentos, trocaram ideias sobre como melhorar ainda mais seus trabalhos com a educação das pessoas privadas de liberdade.
Pastor Hugo Chavez ministrando curso voluntário básico , de língua espanhola no presídio feminino.
Durante o encontro, a coordenadora de Educação, Qualificação e Profissionalização de Apenados da SEJU, Glacélia Quadros, informou que o Paraná ocupa o primeiro lugar em número de presos estudando. “Os dados nacionais mais recentes, divulgados pelo Ministério da Justiça, são de junho de 2013, quando o Paraná tinha 31,81% dos presos estudando. Em segundo lugar vinha o Ceará, com 25,73%; em terceiro o Pernambuco, com 24,08%; e em quanto lugar estava o Espírito Santo, com 23,68%. Todos os demais estados tinham menos de 18% de presos estudando”, informou ela.

No Paraná hoje, disse Glacélia, são 39,44% de presos estudando, somando 7.505 apenados do sistema penitenciário participando desse processo de ressocialização. “São 6.806, dos 14.607 presos condenados, e 699, dos 4.420 presos provisórios do estado, cursando os ensinos fundamental, médio e superior ou participando de cursos de qualificação profissional ou do Programa de Remição da Pena pelo Estudo através da Leitura”, destacou a coordenadora. 

Há 32 anos a Educação Básica é ofertada nos presídios do Paraná em parceria com as Secretarias de Estado da Educação e da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, nos turnos da manhã, tarde, intermediário e noite, de acordo com a possibilidade de cada estabelecimento penal. Atualmente, são 377 profissionais da educação atuando no estado desde a alfabetização ao Ensino Médio e o Estudo Através da Leitura.

PARTICIPANTES – Participaram do evento, que “foi um marco na educação prisional do Brasil”, de acordo com Glacélia Quadros, representantes dos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Pará, Paraná, Paraíba, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo; dos Ministérios da Educação e da Justiça; da UFPR, IFPR, UNIOESTE, PUC/PR e Conselhos da Comunidade de Cascavel, Foz do Iguaçu e Guarapuava; dos Patronatos Municipais de Foz do Iguaçu, Guarapuava, Curitiba e Francisco Beltrão; da Vara de Execução Penal de Londrina; do SENAI, SENAC, Instituto Mundo Melhor e Polícia Militar de Ponta Grossa/PROERD; além de professores e profissionais das secretarias da Educação e da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do Paraná.

Venha perante a tua face o gemido dos presos; segundo a grandeza do teu braço preserva aqueles que estão sentenciados à morte.

Salmos 79:11

Nenhum comentário:

Postar um comentário