.:GESE:.

Adicionado 13/07/2012

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Presos adotam gatos em cadeia nos EUA

Programa é feito em parceria com abrigo de animais em Washington.
Presos afirmaram que o clima no presídio de segurança mínima melhorou.


Um presídio do estado americano de Washington permitiu que os presos tenham gatos de estimação nas celas, em uma tentativa de cooperar com a socialização dos detentos.
A medida foi adotada pelo Larch Correctional Facility, na cidade de Yacolt.
O programa, adotado há alguns meses em parceria com um abrigo animal local, já fez melhorias no clima da cadeia, segundo os detentos.
Por enquanto, ele abrange quatro detentos e dois gatos, mas a administração quer ampliar com a adoção de mais quatro felinos.
O preso Richard Amaro e a gata Clementine (Foto: AP)O preso Richard Amaro e a gata Clementine 
O preso Joseph Contreras e a gata Princess Natalie (Foto: AP)O preso Joseph Contreras e a gata Princess Natalie 

Todo  projeto e bem vindo ,na tentativa de ressocialização de presidiarios.
Existe a logica da fiscalizaçao dos detentos incluidos neste bonito projeto e o acompanhamento dos animais por parte das autoridades envolvidas
A criação de Deus, e principalmente os animais, tem uma influencia muito grande no despertamento da sensibilidade humana, e bons sentimentos que muitas vezes o homem não manifesta.
Oramos a Deus, pedindo que projetos como este, e outros que tem o proposito de recuperar homens e mulheres que erraram em suas vidas, e estão pagando por isso, tenham sucesso.



As misericordias do senhor são a causa de não sermos consumidos,porque as suas misericordias não tem fim .
                      LAMENTAÇÕES  3/22 
                                                                                                   SEMEADORES DE ESPERANÇA

2 comentários:

  1. Bela iniciativa. Um grande exemplo a ser seguido.

    ResponderExcluir
  2. Grande estratégia ,que Deus abra a visão dos nossos lideres,que possamos nos unir nesta luta...
    Que Deus abençõe...

    ResponderExcluir