.:GESE:.: URUGUAYOS LUTAM CONTRA A RECENTE LEI QUE DISCRIMINALIZA O ABORTO

Adicionado 13/07/2012

terça-feira, 20 de novembro de 2012

URUGUAYOS LUTAM CONTRA A RECENTE LEI QUE DISCRIMINALIZA O ABORTO


Partido tenta convocar referendo sobre aborto no Uruguai

Pesquisas recentes apontam que 52% dos uruguaios apóiam a descriminalização do aborto

O Partido Nacional do Uruguai, conhecido também como Partido Blanco, lançou uma campanha para recolher assinaturas e anular a lei que descriminaliza o aborto no país, aprovada na última quarta-feira. Em declarações, o deputado Pablo Abdala disse que este é um tema que "deve ser resolvido pela opinião pública através de um referendo".
  
Segundo ele, é possível que a campanha seja aderida por outras legendas, como o Partido Colorado e congressistas da coalizão governista Frente Ampla que não concordam com a lei.
  
Para um referendo ser convocado, é preciso reunir assinaturas de 25% dos eleitores uruguaios. Um processo mais rápido, porém, permite a coleta de 12 mil assinaturas, desde que isso seja feito no mesmo ano em que a lei foi promulgada.
  
Pesquisas recentes apontam que 52% dos uruguaios apóiam a descriminalização do aborto. O projeto de lei, aprovado com 17 votos a favor e 14 contra, autoriza a interrupção da gravidez até a 12ª semana de gestação somente por iniciativa da mãe.
  
Após o terceiro mês, a intervenção será permitida em casos de estupro, de má formação do feto ou quando a gestação oferece risco de vida à mãe.

Semana 12 - Seu bebê já tem unhas

Semana 12 de gravidez

Para mamães

Seu corpo começa a se transformar. Abdômen e seios são os primeiros da lista. Enquanto isso, o feto também se modifica. Além de possuir unhas, ele consegue piscar e até ensaiar o primeiro xixi
  Seu bebê
Morando num casulo pouco maior do que uma bola tênis, seu futuro bebê dobrou de peso nos últimos 15 dias. Agora está com 14 g e mede cerca de 60 mm. Suas cordas vocais também estão em formação. Os dedinhos se alongaram e se separaram e as unhas começaram a crescer. Além de receber nutrientes e oxigênio do corpo da mãe, o bebê também já pode responder a alguns estímulos. Dentro da bolsa de água, ele consegue piscar, mover os dedos, abrir a boca e até ensaiar seu primeiro xixi, uma vez que os rins estão quase totalmente formados.


A falta de Deus, tem tornado grande parte da populaçao do Uruguay ,presa facil de ideias antibiblicas que se transformaram em leis aprovadas pelo congresso.
A discriminalizaçao do aborto, quer legalizar um verdadeiro genocidio contra seres indefensos,que como vemos cientificamente, em suas 12 semanas de gestação tem uma formaçao avançada.
A promiscuidade nâo mede as consequências. É muito facil se entregar as paixões carnais, e depois com covardia ,acabar com a vida de um inocente.
A  preocupação dos politicos e da midia Uruguaya, é com as criancinhas das palestinas que morreram em Gaza, se esquecendo da realidade do seu proprio pais.
Apelamos a nossos irmãos do Brasil e exterior ,que nos ajudem em oração, para que possa ser possivel a recolheção de asinaturas suficientes para referendar e revogar esta cruel lei.

SEMEADORES DE ESPERANÇA

"Pois possuiste os meus rins, cobriste-me no ventre da minha mãe. Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras,e a minha alma o sabe muito bem.Os meus ossos não te foram encobertos,quando no oculto fui feito, e entretecido nas profundezas da terra.Os teus olhos viram o meu corpo ainda informe; e no teu livro todas estas coisas foram escritas;as quais em continuação foram formadas, quando nem ainda uma delas havia".
                                                                                                                 Salmos 139.13-16

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário