.:GESE:.: VEJAM A ALEGRIA DESSAS DETENTAS BRASILEIRAS CANTANDO HINO EM ESPANHOL DENTRO DO PRESIDIO.

Adicionado 13/07/2012

sábado, 27 de julho de 2013

VEJAM A ALEGRIA DESSAS DETENTAS BRASILEIRAS CANTANDO HINO EM ESPANHOL DENTRO DO PRESIDIO.


Só Deus pode levar alegria para dentro do presidio , se é dificil para o homem estar preso , imaginem a situação das mulheres .
Como mostram as pesquisas , o perfil das detentas brasileiras e bem definido, jovens , negras ou pardas e de baixa escolaridade.
A grande maioria tem filhos , e entraram no mundo do tráfico para sustentá-los , hoje sofrem pela separação destes filhos , sendo a maior causa de sofrimento para estas mulheres.
Porém um raio de luz surge em meio das trevas que elas vivem , é a esperança que nasce quando conhecem a palavra de Deus.
Pastor Hugo Chavez vem evangelizando e ressocializando presidiários e menores infratores faz algum tempo , ele achou uma forma simples de levar um pouco de alegria e esperança para eles , oferecendo cursos voluntários de lingua espanhola.
Além de pregar a palavra , orar por elas e suas familias , pastor Hugo lhes ensinou a cantar hinos ,  o que motivou estas mulheres a lutar por uma nova vida em Jesus Cristo .
O trabalho do pastor e sua esposa Denise , e equipe é voluntária e requer recursos financeiros que muitas vezes não existem.
Não contamos com recursos públicos nem privados , por isso apelamos a pessoas que sejam tocadas por Deus para nos ajudar , contribuindo com esta causa , deixamos nosso telefone para quem desejar contribuir.           9795-9756 Pastor Hugo Chavez
DIOS LOS BENDIGA!!!

Lembrai-vos dos presos , como se estivesséis presos com eles , e dos maltratados , como sendo-o vós mesmos tamb~em no corpo.   HEBREUS 13/3

Um comentário:

  1. que Deus abençoe grandemente este trabalho maravilhoso, pois mais que um trabalho é uma missão, e com certeza foi definida por Deus. Ele sempre nos coloca no lugar certo, ainda que aparentemente seja o mais inóspito, e improvável. É lá que devemos estar. Paz de Cristo no coração de todos vocês.

    ResponderExcluir