.:GESE:.: O PRESIDIÁRIO QUE VIROU ESCRITOR .

Adicionado 13/07/2012

sábado, 14 de novembro de 2015

O PRESIDIÁRIO QUE VIROU ESCRITOR .

Sandro Marques Melanski, de 39 anos, foi condenado pela Justiça a 74 anos de prisão pelos crimes de latrocínio (roubo seguido de morte), homicídio e assaltos. Ele já cumpriu 18 anos da pena e usou os anos em que esteve privado de sua liberdade para refletir a respeito de escolhas e para mudar a sua história. "Não vejo esses anos como tempo perdido. Aprendi e adquiri sabedoria e conhecimento na prisão", afirma.

Nesta segunda-feira 9 de novembro , Sandro colocou em prática um projeto idealizado dentro da penitenciária: escrever um livro. Preso na Colônia Penal Agroindustrial (CPAI), unidade de regime semiaberto em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, Sandro teve que pedir autorização da Justiça para participar do lançamento do livro “A Teoria do Sentimento - Força que constrói e destrói”. O evento aconteceu na Livrarias Curitiba, no Shopping Palladium, em Curitiba.


O livro, que levou cinco anos para ser escrito, é baseado na experiência de vida de Sandro Melanski e fala do Sistema Espiritual Inteligente – SEI, no qual a pessoa é um representante de forças espirituais, gerador de sentimentos construtivos e destrutivos. Durante a obra, o autor convida o leitor a conhecer e aprender a lidar com essas forças.

Sandro, que é ex-aluno do Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos (Ceebja) Dr. Mário Faraco, localizado no Complexo Penitenciário de Piraquara, fez questão de frisar a importância do ensino no ambiente prisional. "A educação dentro dos presídios é fundamental, primordial, porque incentiva e abre a mente das pessoas, elas passam a entender que podem alcançar um objetivo", ressalta.


O preso conta ainda que, durante o processo de escrita, estava matriculado em uma disciplina e a professora o auxiliou. "Ela me ajudou muito, sempre que tinha dúvidas eu ia até a sala de aula, perguntava e a professora me auxiliava", conta.

Para a coordenadora de Educação do Departamento de Execução Penal do Paraná (Depen), Glacélia Quadros, a obra lançada por Sandro é uma conseqüência do projeto educacional. “O livro de Sandro Melanski é um grande presente para o sistema prisional e para a sociedade, mostra que todas as pessoas que estão privadas de liberdade são capazes de alcançar o seu objetivo e fazer uma nova caminhada",
afirmou.

Segundo Glacélia, atitudes como esta incentivam o trabalho dos professores no sistema prisional. "Percebemos que o objetivo pelos quais trabalhamos são possíveis de alcançar. Buscamos que nosso trabalho, por meio da educação, se frutifique em ações e atitudes pessoais que se manifestam na presença de suas famílias e também da sociedade", concluiu.

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. 2 Coríntios 5:17

2 comentários:

  1. Acreditar e investir no ser humano é uma forma de incentivá-lo a crescer.
    Deixo este versículo para a meditação do Sandro Marques: “Dá-me sabedoria e conhecimento, pois confio nos teus mandamentos.” Salmos 119:66
    Que Jesus o abençoe cada dia mais.
    Graça e paz a todos!

    ResponderExcluir
  2. gostei de conhecer seu blog.. parabéns..
    se poder passe á no meu
    http://pensoemcristotododia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir