.:GESE:.: Junho 2013

Adicionado 13/07/2012

domingo, 30 de junho de 2013

AMPLIAÇÃO DE CAPELA EM PRESÍDIO DO PARANÁ ,UM SONHO QUE SE TORNOU REALIDADE.

A Colônia Penal Agrícola de Piraquara no Paraná tem 1400 detentos em regime semi-aberto.
Muitos detentos trabalham e outros estudam ou fazem cursos profissionalizantes , a população ociosa é  muita baixa, isto significa que são poucos os detentos que não realizam nenhum tipo de atividade .
Fazemos trabalhos evangelístico  há muitos anos ,e também trabalhamos em projetos de ressocialização nesta unidade ,os trabalhos religiosos são desenvolvidos na capela ecumênica que foi construida há muitos anos .
Existia um velho sonho de ampliar e reformar esta capela , os anos foram passando e devido as circuntancias se tornou quase impossível colocar em prática este projeto.
No ano de 2012 ,assumiu a capelania (administração interna da capela) o detento irmão Edson de Oliveira Guimarães , o qual com a autorização da diretoria da unidade começou a elaborar o projeto de ampliação da capela.
As grandes dificuldades eram  mão de obra e recursos financeiros para a compra do material.
Colocando tudo o projeto nas mãos de Deus e em constante oração ,unidos ,detentos e liíderes religiosos conseguiram  no final do ano passado dar inicio a ampliação da capela.
Com a mão de obra dos detentos ligados a capela e também de outros detentos voluntários ,e com recursos financeiros das instituições que realizam trabalhos evangelístico
 a obra foi avante ,até sua conclusão agora no mês de junho.
Finalmente dia 25 de junho as 18:30 hs com a presença dos detentos ,diretoria , asistentes sociais ,parentes  e lideres religiosos  a nova capela foi inauguarada.
 Olhando para a capela não acreditamos que esta bonita igreja está dentro de um presídio .
Uma ampla nave central com poltronas muito confortáveis , altar recoberto com mármore , forração de pvc ,  pileta coberta para batizmo , e amplas janelas de vidro fume .
Oramos e pedimos oração ao povo de Deus para que o Senhor venha fazer uma grande obra de libertação e transformação de vidas neste lugar.
ANTIGA CAPELA ANO DE 2006

VELHA ENTRADA DA CAPELA
PR HUGO PREGANDO NA ANTIGA CAPELA
POLTRONAS DE MADEIRA
PILETA DE BATISMO AO AR LIVRE
SALÃO NO ANO DE 2006
INICIO DA AMPLIAÇÃO
AMPLIAÇÃO FOI PERTO DA ACADEMIA.
DETENTO TRABALHANDO NA OBRA.
NOVO ALTAR E SAÍDA PARA PILETA COBERTA.
INAUGURAÇÃO 25/ JUNHO
CAPELÃO EDSON DE OLIVEIRA(DETENTO) PREGANDO NA INAUGURAÇÃO.
POLTRONAS DE FERRO.
SAÍDA PARA PILETA (BATISMO) COBERTA ,JANELAS DE VIDRO FUME
NOVA ENTRADA PRINCIPAL.
VISTA EXTERNA DA CAPELA AMPLIADA.
PILETA DE BATISMO COBERTA E REFORMADA.
PR. HUGO CHAVEZ LÍDER DA IGREJA MISSÃO CRISTÃ.


A minha casa será chamada casa de oração...     MATEUS 21/13

quinta-feira, 27 de junho de 2013

600 MIL TRABALHADORES ESTÃO PRESOS PELO TRABALHO FORÇADO EM ORIENTE MEIO.

Cerca de 600 mil trabalhadores migrantes foram enganados e estão presos pelo trabalho forçado em todo o Oriente Médio, disse nesta terça-feira  a Organização Internacional do Trabalho (OIT), durante o primeiro dia de uma conferência regional sobre o tráfico humano.
No Catar, por exemplo, 94% dos trabalhadores são migrantes, enquanto na Arábia Saudita o registro supera os 50%, de acordo com a OIT. Enquanto isso, os migrantes na Jordânia e Líbano também compõem uma parte significativa da força de trabalho, particularmente em setores de construção e trabalho doméstico.
Esses setores são particularmente suscetíveis ao abuso de poder devido ao “Kafala”, ou sistema de patrocínio. A maioria dos migrantes precisam ser auxiliados pelo seu empregador no país para obter visto e estatuto jurídico, um sistema que a OIT chama de “inerentemente problemático”, pois cria uma dinâmica de poder desigual entre o empregador e o trabalhador.
“A migração do trabalho no Oriente Médio é única em termos de escala e de crescimento exponencial nos últimos anos”, disse a Chefe do Programa Especial da OIT de Ação de Combate ao Trabalho Forçado, Beate Andrees, durante a conferência ocorrida em Amã, na Jordânia.
“O desafio é como colocar proteções nos países de origem e de destino para evitar a exploração e o abuso desses trabalhadores”, afirmou Andrees.
As informações foram baseadas no relatório da OIT “Enganados e Presos: Tráfico de Pessoas no Oriente Médio“, que foi divulgado durante a conferência. O documento foi baseado em mais de 650 entrevistas realizadas ao longo de um período de dois anos na Jordânia, Líbano, Kuwait e Emirados Árabes Unidos sobre a forma como os trabalhadores são iludidos para trabalhos forçados e para a exploração sexual, além de abordar as restrições que os impedem de sair.
Dentre as nacionalidades, foram entrevistados migrantes brasileiros trabalhando na construção civil, indústria, comércio, serviços de apoio e agricultura, bem como em atividades no mar.

JULGARÁ OS AFLITOS DO POVO , SALVARÁ OS FILHOS DO NECESSITADO , E QUEBRANTARÁ O OPRESSOR .          Salmos 72/4

quarta-feira, 26 de junho de 2013

A JUSTIÇA SAI DA U.T.I. : PEC 37 É REJEITADA .

Sob pressão das manifestações de rua, a Câmara dos Deputados rejeitou nesta terça-feira à noite a proposta de emenda constitucional que restringia o poder de investigação do Ministério Público. Numa reviravolta do cenário político, em que partidos até então favoráveis à medida mudaram de posição, 430 deputados votaram contra a PEC 37. Apenas nove foram a favor, e dois se abstiveram.
— Está derrotada a proposta de emenda constitucional por quase unanimidade desta casa. Vai para o arquivo! — anunciou o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Antes de os protestos começarem, nem a comissão especial criada para discutir o tema conseguira chegar a um acordo entre promotores e policiais. A votação foi antecipada para hoje depois de o presidente da Câmara negociar com os líderes dos partidos. Em meio a gritos da galeria, cheia de promotores e procuradores, Alves deu o tom de como a Câmara deveria votar.
— Quero dizer que todo o país está acompanhando esta votação. E seria muito importante, neste momento, um ato de unanimidade para derrotar essa PEC — disse o presidente da Câmara.
Logo cedo, ele já anunciara que colocaria o tema na pauta com o desejo de derrotá-lo. Inicialmente resistente, o PT anunciou hoje à noite que votaria contra a PEC 37. O líder do PT, José Guimarães (CE), chegou a afirmar ser favorável apenas à retirada da votação neste momento. O partido é o mais incomodado com a atuação de alguns integrantes do Ministério Público.
Para acelerar a apreciação do tema, o presidente da Câmara inverteu a ordem de votação. Às 20h, abriu sessão extraordinária apenas para votar a PEC. Um a um, os líderes dos partidos iam ao microfone dizer que estavam contra a PEC. A bancada do PSD, dividida, havia decidido liberar seus parlamentares para votar como desejassem. Na hora, o partido anunciou que tinha fechado questão contra a PEC. O PTB fez o mesmo.
Com boa parte dos políticos declarando oposição à proposta, o deputado Ivan Valente (PSOL-SP) subiu à tribuna e ironizou os colegas:
— Quando a Comissão de Constituição e Justiça votou isso, a maioria era a favor. Agora, com a pressão das ruas, mudaram de opinião — disse Valente.
Henrique Alves saiu em defesa dos partidos. Disse que o acordo para votação tinha sido chancelado pelas lideranças de todas as legendas.
— Estamos aqui votando porque houve um acordo de todos os líderes.
— Hoje, estamos aqui homenageando as ruas, por isso o governo orienta a votação não à PEC — disse o líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP).
O líder do PSDB, Carlos Sampaio (PR), promotor de carreira, subiu à tribuna para dizer que a categoria é defensora da Justiça e não simples acusadora de crimes. A líder do PCdoB, Manuela D’Ávila (RS), avisou que toda a bancada do partido iria votar contra. Ela defendeu a regulamentação do processo de investigação, mas ressaltou que isso não seria feito pela PEC 37.
O dia foi de mobilização de promotores. Dezenas deles se espalharam pela Câmara e abordaram os parlamentares. Depois, encheram as galerias do plenário e gritaram:
— Rejeita, rejeita!
O ex-procurador-geral da República Cláudio Fonteles foi um dos que circularam pelos corredores em busca de apoio à rejeição à proposta.
Mais cedo, o vice-líder do PSDB na Câmara, Duarte Nogueira (SP), disse que já havia uma tendência para incluir a PEC na pauta, para derrotar.
— O recado das ruas foi que a representação tem de ter sintonia com os representados, então temos de buscar essa sintonia — disse Duarte Nogueira. — A tendência é majoritária (agora) é para votar a PEC 37 ainda hoje para tentar derrubar.
Líderes do PT e do PP foram contra a votação, mas foram votos vencidos.
Henrique Alves se reuniu na manhã desta quarta-feira com líderes para definir a pauta de votação. Mais cedo, ele recebeu em sua residência oficial alguns líderes para discutir os projetos. Entre as propostas discutidas também estavam o projeto de divisão do royalties, que destina 100% dos royalties para Educação, e o Fundo de Participação dos Estados, que já foi aprovado no Senado.
A Câmara corre contra o tempo para dar uma resposta à sociedade. Segundo os líderes, a disposição é levar as votações noite a dentro nesta terça-feira. Como amanhã tem jogo entre Brasil e Uruguai, pela Copa das Confederações, o quórum deve ser esvaziado.
Confira os deputados que votaram a favor da PEC:

Abelardo Lupion (DEM-PR)
Mendonça Prado (DEM-SE)
Bernado Santana (PR-MG)
Valdemar Costa Neto (PR-SP)
Eliene Lima (PSD-MT)
João Lyra (PSD-AL)
João Campos (PSDB-GO)
Sérgio Guerra (PSDB-PE) - O deputado tucano disse, após a computação dos votos, que se confundiu na hora de votar e que queria escolher o "não".
Lourival Mendes (PTdoB-MA)

Os tesouros da impiedade  de nada aproveitam  ;  mas a justiça livra da morte . PROVÉRBIOS 10/2

BRASIL ESTÁ ACORDANDO , CORRUPÇÃO AGORA É CRIME HEDIONDO!!

O Senado aprovou em Plenário nesta quarta-feira (26) o Projeto de Lei 204/2011, do senador Pedro Taques (PDT-MT), que inclui delitos contra a administração pública como crimes hediondos, aumentando suas penas e dificultando a concessão de benefícios para os condenados.
A proposta foi votada como parte da pauta legislativa prioritária, anunciada pelo presidente Renan Calheiros (PMDB-AL) em resposta às manifestações realizadas no país nas últimas semanas. O projeto segue agora para apreciação da Câmara dos Deputados.
Relator da proposta em Plenário, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) explicou que a atual legislação dá respostas duras a quem comete crime contra a pessoa ou contra o patrimônio individual, mas é brando quando se trata de proteger os interesses difusos dos cidadãos e o patrimônio público, em crimes como concussão, corrupção passiva, corrupção ativa, peculato e excesso de exação.
O projeto inicial tornava hediondo somente os crimes de corrupção ativa e passiva e de concussão (quando o agente público exige vantagens para si ou para outrem). Por emenda, Alvaro Dias acrescentou os crimes de peculato (quando o agente público apropria-se de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular) e de excesso de exação (quando o agente público exige tributo indevido ou usa meios abusivos para cobrança de tributos). Uma última emenda, dos senadores Wellington Dias (PT-PI) e Inácio Arruda (PCdoB-CE), incluiu na lista também o peculato qualificado.
Os crimes de corrupção ativa, passiva e de peculato têm pena de reclusão, de dois a doze anos, e multa. Para concussão, a pena é de reclusão de dois a oito anos e multa. Já o excesso de exação tem pena de reclusão, de três a oito anos, e multa. Homicídio simples tem pena de reclusão, de seis a 20 anos.
Projeto antigo
Autor da proposta original, Pedro Taques ressaltou que esta não foi uma “legislação de emergência”, apresentada apenas em função da mobilização popular das últimas semanas.
“Este projeto é de 2011 e já tinha parecer do senador Alvaro Dias [também relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça] há mais de um ano, só que, por oportunidade e conveniência, não havia sido colocado em pauta na comissão. Mas isso faz parte do processo legislativo”, disse.
Homicídio simples
O projeto foi aprovado com emenda do senador José Sarney (PMDB-AP), incluindo também o homicídio simples na lista de crimes hediondos. Com a mudança, os condenados pelos crimes citados não terão mais direito a anistia, graça, indulto e livramento mediante de fiança. Também se torna mais rigoroso o acesso a benefícios como livramento condicional e progressão de regime.
Principal signatário da emenda que incluiu o homicídio simples como crime hediondo, José Sarney defendeu a medida destacando que o Brasil tem a “vergonhosa posição” de ser o país com maior número de homicídios proporcionais no mundo. O senador citou ainda pesquisa do Instituto Sangari que revela que 78% da população brasileira têm medo de ser assassinada.
Pedro Taques, entretanto, foi contrário à emenda que incluiu homicídio simples no projeto. Em sua avaliação, apesar de a medida ser correta no mérito, não “cabia” no projeto que tratava apenas de crimes contra a administração pública.

Ora , ele disse isto , não pelo cuidado que tivesse dos pobres , mas porque era ladrão e tinha a bolsa , e tirava o que ali se lançava.    JOÃO 12 / 6  

segunda-feira, 24 de junho de 2013

EXTRADIÇÃO : Brasil tem tratado com 21 países ,confira quais são.



Extradição

A extradição é um ato de cooperação internacional que consiste na entrega de uma pessoa, acusada ou condenada por um ou mais crimes, ao país que a reclama.
A extradição pode ser analisada a partir de dois pontos de vista distintos: a extradição ativa, quando o Governo brasileiro requer a extradição de um foragido da justiça brasileira a outro país, e a extradição passiva, quando um determinado país solicita a extradição de um indivíduo foragido que se encontra em território brasileiro.
O pedido de extradição não se limita aos países com os quais o Brasil possui Tratado. Ele poderá ser requerido por qualquer país e para qualquer país. Quando não houver Tratado, o pedido será instruído com os documentos previstos na Lei 6.815, de 19 de agosto de 1980 (Estatuto do Estrangeiro) e deverá ser solicitada com base na promessa de reciprocidade de tratamento para casos análogos.
Atualmente, o Brasil possui Tratados de Extradição em vigor celebrados com 21 (vinte e um) países, além do Acordo celebrado entre os Estados Parte do MERCOSUL. São eles:

  • Argentina – assinado em 15 de novembro de 1961 e promulgado pelo Decreto nº 62.979;
  • Austrália – assinado em 22 de agosto de 1994 e promulgado pelo Decreto nº 2.010, de 25 de setembro de 1996;
  • Bélgica – assinado em 6 de maio de 1953 e promulgado pelo Decreto nº 41.909, de 29 de julho de 1957;
  • Bolívia – assinado em 25 de fevereiro de 1938 e promulgado pelo Decreto nº 9.920, de 8 de julho de 1942;
  • Chile – assinado em 8 de novembro de 1935 e promulgado pelo Decreto nº 1.888, de 17 de agosto de 1937;
  • Colômbia – assinado em 28 de dezembro de 1938 e promulgado pelo Decreto nº 6.330, de 25 de setembro de 1940;
  • Coréia do Sul – assinado em 1º de setembro de 1995 e promulgado pelo Decreto nº 4.152 de 7 de março de 2002;
  • Equador – assinado em 4 de março de 1937 e promulgado pelo Decreto nº 2.950, de 8 de agosto de 1938;
  • Espanha – assinado em 2 de fevereiro de 1988 e promulgado pelo Decreto nº 99.340, de 22 de junho de 1990;
  • Estados Unidos – assinado em 13 de janeiro de 1961 e promulgado pelo Decreto nº 55.750, de 11 de fevereiro de 1965;
  • França – assinado em 28 de maio de 1996 e promulgado pelo Decreto nº 5.258, de 27 de outubro de 2004;
  • Itália – assinado em 17 de outubro de 1989 e promulgado pelo Decreto nº 863, de 9 de julho de 1993;
  • Lituânia – assinado em 28 de setembro de 1937 e promulgado pelo Decreto nº 4528, de 16 de agosto de 1939;
  • Mercosul – assinado em 10 de dezembro de 1998 e promulgado pelo Decreto nº 4.975, de 30 de janeiro de 2004;
  • México – assinado em 28 de dezembro de 1933 e promulgado pelo Decreto nº 2.535, de 22 de março de 1938;
  • Paraguai – assinado em 24 de fevereiro de 1922 e promulgado pelo Decreto nº 16.925, de 27 de maio de 1925;
  • Peru – assinado em 13 de fevereiro de 1919 e promulgado pelo Decreto nº 15.506, de 31 de maio de 1922;
  • Portugal – assinado em 7 de maio de 1991 e promulgado pelo Decreto nº 1.325, de 2 de dezembro de 1994;
  • Reino Unido – assinado em 18 de julho de 1995 e promulgado pelo Decreto nº 2.347, de 10 de outubro de 1997;
  • Suíça – assinado em 23 de julho de 1932 e promulgado pelo Decreto nº 23.997, de 13 de março de 1934;
  • Uruguai – assinado em 27 de dezembro de 1916 e promulgado pelo Decreto nº 13.414, de 15 de janeiro de 1919;
  • Venezuela – assinado em 7 de dezembro de 1938 e promulgado pelo Decreto nº 5.362, de 12 de março de 1940.
Estão em outras fases, tramitando no Congresso Nacional ou pendentes de outros requisitos para terem vigência, os Projetos de Tratados de extradição bilaterais com o Canadá, a Rússia, o Líbano, a Guatemala e o Suriname, e o Tratado multilateral entre os Estados Parte do Mercosul, a República da Bolívia e a República do Chile.
Diversos outros projetos de Tratado se encontram em fase final de negociação, ou já foram negociados e ainda não enviados ao Congresso Nacional. São exemplos os Projetos de Tratado com a Romênia e a Ucrânia, Angola, República Dominicana, bem como um novo Tratado com o Peru.
Quanto a Acordos multilaterais, encontra-se em vigor o Tratado celebrado entre os Estados Parte do MERCOSUL, firmado em Brasília, em 10 de dezembro de 1998, e promulgado pelo Decreto nº 4.975, de 30 de janeiro de 2004.
O Tratado de Extradição celebrado entre os países do MERCOSUL e países associados (Bolívia e Chile) já foi ratificado pelo Brasil por meio do Decreto nº 35 de 2002, porém, para ter vigência internacional, é necessário a ratificação de pelo menos dois países membros do Mercosul e um país associado. Até a presente data, apenas o Brasil e o Uruguai ratificaram o Acordo.

 Pastor Hugo Chavez trabalha na recuperação de presidiários no Estado do Paraná , mediante a palavra de Deus .











 CAIXA E. FEDERAL - Agencia 3379  Op. 001 Conta corrente 22433-0  Hugo Chavez
PORQUE ME PARECE CONTRA A RAZÃO ENVIAR UM PRESO , E NÃO NOTIFICAR CONTRA ELE AS ACUSAÇÕES.                Atos 25/27
pixel

sexta-feira, 21 de junho de 2013

PRESIDIOS DO ESTADO DE PERNAMBUCO : ENDEREÇO E FONES.

1-PRESÍDIO PROFESSOR ANÍBAL BRUNO - P.P.A.B
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Av. Liberdade S/N - Curado
Cidade: Recife - PE - CEP. 50.920-310
Fone: 3184-2265 - Permanência
_____________________________________________

2-COLÔNIA PENAL FEMININA DO RECIFE- C.P.F.R
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: Rua do Bom Pastor, nº 1407 - Engenho do Meio
Cidade: Recife - PE - CEP 50.670-260
Fone:  3184-2244 - Permanência
_____________________________________________
3-PENITENCIÁRIA PROFESSOR BARRETO CAMPELO - P.P.B.C.
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: Engenho Macaxeira, S/N - Itamaracá
Cidade: Itamaracá - PE - CEP 53.900-550
Fone:Gerência : 3184-2370
_____________________________________________
4-PENITENCIÁRIA AGRO-INDUSTRIAL SÃO JOÃO -PAISJ
Tipo de Segurança: Mínima
Endereço: Engenho São João, S/N
Cidade:Ilha de Itamaracá - PE - CEP 53.900-000
Fone: Permanência: 3184-2340

_____________________________________________
5-HOSPITAL DE CUSTÓDIA E TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO- H.C.T.P.
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Engenho São João S/N
Cidade :Ilha de Itamaracá - PE - CEP 53.900-000
Fone: Permanência: 3184-2357
_____________________________________________
6- PRESÍDIO ADVOGADO BRITO ALVES- P.A.B.A. (ARCOVERDE)
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Ru Nova Projetada, s/n - São Cristóvão, Arcoverde
Cidade: Arcoverde - PE - CEP 56.500-000
Fone: 87- 3821-8562 ( Direção)
_____________________________________________
7- CENTRO DE RESSOCIALIZAÇÃO DO AGRESTE - C.R.A. ( CANHOTINHO)
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Fazenda Nascimento, S/N - Centro
Cidade: Canhotinho - PE - CEP 55.420-000
Fone: Permanência- (87) 3781-2819;
_____________________________________________
8- PENITENCIÁRIA JUÍZ PLÁCIDO DE SOUZA - P.J.P.S. ( CARUARU )
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Av. Espírito Santo, nº 36 - Vassoural
Cidade: Caruaru - PE - CEP 55.000.00
Fone: 3719-9663 - Recepção
_____________________________________________
9- PRESÍDIO DESEMBARGADOR AUGUSTO DUQUE - P.D.A.D. (PESQUEIRA)
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Loteamento Novo Pontal S/N - B. do Prado
Cidade: Pesqueira - PE - CEP 55.200-000
Fone:  3835-8242 - Permanência
_____________________________________________
10- PRESÍDIO Dr. RORENILDO DA ROCHA LEÃO- P.R.R.L. (PALMARES)
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Av. José Américo de Miranda, PE 96, Km 01, S/N
Cidade: Palmares - PE - CEP 55.540-000
Fone: 81- 3661-8255 - Direção/Permanência
_____________________________________________
11-PENITENCIARIA Dr. EDVALDO GOMES- PDEG (PETROLINA)
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: Av. Jatobá, nº 640,.
Bairro: Henrique Leite- Petrolina-PE
CEP.: 56..300-000
Fone: (81) 3866-6633 – Permanência
_____________________________________________
12-PRESÍDIO DE VITÓRIA DE SANTO ANTÃO- PVSA
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: Rua da Cadeia, S/N
Bairro: Lídia Queiroz- Vitória de Santo Antão - PE
CEP.: 56.602-970
Fone: (81) 3526-0668  - Permanência
_____________________________________________
13- COLÔNIA PENAL FEMININA DE BUÍQUE- CPFB
Tipo de Segurança: Média
Endereço: Rua Amélia Cavalcanti S /N
Bairro: Centro – Buíque- PE
CEP:55.520-000
Fone:  (87) 3855-2806/2808 - Permanência
_____________________________________________
14- PRESÍDIO DE SALGUEIRO- PSAL
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: Loteamento São José, BR – 232, km 519 - Salgueiro – PE
CEP: 56.000-000
Fone: (87) 3871-8555 - Permanência
_____________________________________________

15- PRESÍDIO DE IGARASSU- PIG
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: Rodovia BR. 101 Norte - KM 32,5 – Tabatinga – Igarassu – PE.
CEP: 53.610-970
Fone:  3184-2323 - Permanência
_____________________________________________
16- CENTRO DE OBSERVAÇÃO E TRIAGEM PROF. EVERARDO LUNA - COTEL
Tipo de Segurança: Máxima
End: Rua Rivaldo Pinho Alves, 751 - Distrito Industrial - Caetes II - Abreu e Lima - Recife/PE -
CEP: 53.540-170
Fone: 3184-2297 – Permanência
_____________________________________________
17. PENITENCIÁRIA Dr. ÊNIO PESSOA GUERRA – PEPG (LIMOEIRO)
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: PE 90, Km 23 Zona Rural Sítio Arrombado Quebrajejum – Limoeiro – PE
CEP: 55.700-000
Fone: (81) 3628-8823 - Permanência
_____________________________________________
18. COLÔNIA PENAL FEMININA DE ABREU E LIMA - CPFAL
Tipo de Segurança: Máxima
Endereço: AV. Rinaldo Pinho Alves , Nº 50, CAETÉS II CEP: 53.540-170
Fone: 3542-1557/3184-2287



GERÊNCIAS REGIONAIS PRISIONAIS – GRP


GERÊNCIA REGIONAL PRISIONAL – I
Endereço:Avenida Doutor Pedro Jordão – Nº 108 CEP: 55012-640
Bairro:Maurício de Nassau
Localidade / UF: Caruaru/PE
Fone: 81- 3719-9677- GERENCIA
_____________________________________________
GERÊNCIA REGIONAL PRISIONAL - II
MD. Gerente Regional Prisional II - GRP I I
Rua MARIO MELO nº 241 – Bairro: Centro ARCOVERDE/PE - CEP: 56.500-00
Fone: (87) 38218611/ 38218612/ 38218613

_____________________________________________
GERÊNCIA REGIONAL PRISIONAL - III
Endereço: Rua Pacífico da Luz, 791 – Centro – Petrolina - PE - CEP: 56.300-000
Fone: (87) 3861-6748
 Pastor Hugo Chavez trabalha na recuperação de presidiários no Estado do Paraná mediante a palavra de Deus !










Ajude contribuindo para o Pastor Hugo continuar com esta obra voluntária .

CAIXA E. FEDERAL -Agencia 3379  Op. 001  Conta corrente 22433-0  Hugo Chavez

; ESTIVE NA PRISÃO , E FOSTE ME VER .               MATEUS  25/36 b